Menu

Revista Internacional de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial


Técnicas de Genioplastia para Múltiplos Propósitos – Parte II – Revisão da Literatura

Revista Internacional de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, Vol 3, No 11/12

Este artigo foi dividido em parte I e II para facilitar a sua publicação.

Éber L. L. Stevão

/

Karine K. S. Stevão

O Cirurgião Bucomaxilofacial e suas Responsabilidades diante do Novo Código Civil

Revista Internacional de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, Vol 3, No 11/12

Os Cirurgiões Bucomaxilofaciais, assim como os demais profi ssionais da área da saúde, estão sujeitos a responderem por seus atos quando do exercício profi ssional.

Edevaldo Tadeu Camarini

/

Margarida de Fátima Ferreira Sales Camarini

/

Fábio Gealh

/

Walter Cristiano Gealh

/

Ivo de Jesus Dematei Gregio

Cisto Nasolabial: Relato de Caso Clínico

Revista Internacional de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, Vol 3, No 11/12

O Cisto Nasolabial é de origem não odontogênica que ocorre em tecido mole.

Gilberto Aparecido Colcete

/

Marcelo Macedo Crivelini

/

Gislaine de Cássia Nepomuceno

/

Giscard José Ribeiro Machado

/

Daniela Ponzoni

/

Idelmo Rangel Garcia Júnior

Reconstrução Cirúrgica de Fratura Tardia do Complexo Zigomático

Revista Internacional de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, Vol 3, No 11/12

As fraturas faciais em pacientes pediátricos constituem um capítulo à parte na Traumatologia Buco-Maxilo-Facial.

Clóvis Marzola

/

Marcus Setally Azevedo Macena

/

Eduardo Dias Ribeiro

/

José Lacet de Lima Jr

Síndrome de Parry-Romberg (Atrofia Hemifacial Progressiva). Relato de Caso

Revista Internacional de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, Vol 3, No 11/12

A Síndrome de Parry-Romberg ou Atrofi a Hemifacial Progressiva é uma doença caracterizada principalmente por uma perda progressiva de tecido gorduroso subcutâneo.

Araldo Ayres Monteiro Jr

/

Jan Peter Ilg

/

Haroldo Fernandes Calonge

/

Fernanda Mendes do Carmo

/

Cristiano Gaujac

/

Daniel Galera Bernabé

Fraturas de Face em Crianças e Adolescentes: Estudo Retrospectivo de Um Ano em Hospital Público

Revista Internacional de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, Vol 3, No 11/12

Poucos são os trabalhos que descrevem as características peculiares dos traumas de face em crianças na literatura, sendo que não há relato de estudo sobre fraturas faciais em crianças no Brasil.

Bruno Ramos Chrcanovic

/

Belini Freire-Maia

/

Leandro Napier Souza

Fixação Rígida Intra-óssea com Parafuso Compressivo “Neck Screw” nas Fraturas do Complexo Zigomático

Revista Internacional de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, Vol 3, No 11/12

Os autores realizam a descrição de uma técnica cirúrgica usada para fi xação e estabilização das fraturas disjunção do complexo zigomático por meio de um parafuso denominado “Neck Screw”.

Renata Sesti Diefenbach

/

Alexey Gaspar Martins Ferreira

/

Cláiton Heitz

Biomecânica da Articulação temporomandibular (ATM)

Revista Internacional de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, Vol 3, No 10

Numerosas pesquisas adicionam novos conhecimentos sobre as relações funcionais da ATM e enriquecem conceitos e procedimentos classicamente estabelecidos.

José Geraldo Trani Brandão

/

Cristiane Andrade Gomes

Efeito do Hidrato de Cloral e do Diazepam em Crianças Não Cooperativas ao Tratamento Odontológico

Revista Internacional de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, Vol 3, No 10

Avaliou-se os efeitos do diazepam (Valium® – 5mg) e hidrato de cloral 16% (40mg/Kg) via oral em 20 crianças de três a sete anos, com “comportamento defi nitivamente negativo” (escala de Frankl) no tratamento odontológico.

Raimundo Vicente de Sousa

/

Flávia Riqueto Gambareli

/

Luciano José Pereira

/

Regina Maria Puppin Rontani

/

Maria Beatriz Duarte Gavião

1a Divisão com o Aparelho Herbst: Alterações Dentárias

Revista Internacional de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, Vol 3, No 10

As alterações dentárias sagitais e verticais foram avaliadas em 22 indivíduos com má-oclusão de Classe II, 1a divisão (11 do gênero masculino e 11 do gênero feminino), com média de idade de 9,01 anos (±06 meses), apresentando padrão facial Classe II, defi ciência mandibular e padrão esquelético de Classe II (ANB ³ 50 e Co-Gn – Co-Sn £20mm), tratados consecutivamente com o aparelho Herbst por um período de 12 meses.

Susana Maria Deon Rizzatto

/

Omar Gabriel da Silva Filho

/

Ernani Menezes Marchioro

/

Guilherme Thiesen

/

Marcus Vinicius Neiva Nunes do Rego

DT Science is supported by

Subscribe to Newsletter

Subscribe to our newsletter to receive the latest articles and DTScience opportunities.

×